A partir da segunda quinzena de março o EstaR Eletrônico vai começar a ser utilizado no lugar do modelo atual.

Segundo a Urbs, oito aplicativos vão oferecer os serviços de venda de créditos, dentre eles os já homologados: Zul Digital (On Tecnologia de Mobilidade Urbana S.A.), Faz Digital Curitiba (Inova Soluções em Tecnologia e Gestão Ltda.) e Transitabile (Transitabile Sistema de Controle de Vagas Automotivas Ltda.).

Dentro desses app’s o motorista se inscreve, coloca o local que vai estacionar o carro, o número da placa e o tempo de permanência (máximo de 2 horas) e faz o pagamento.

Um detalhe interessante é que o motorista fará como colocar créditos no celular, isto é, ao “comprar” seu crédito de R$ 3 por hora, seja no cartão, boleto entre outras formas, ele será validado a partir da confirmação do estacionamento em área de EstaR.

Com o preço passando de R$ 2 para R$ 3 durante uma hora, foi criado o fracionamento deste valor, ou seja, o valor total é dividido a cada 15 minutos. O preço para este tempo é de R$ 0,75 e se o motorista utilizar, por exemplo, apenas 30 minutos, é descontado apenas o período que o veículo ficou estacionado, Isto é R$ 1,50. O resto do valor não é descontado, o que vira uma vantagem ao condutor.

O modelo em papel vai continuar sendo utilizado por um período enquanto o eletrônico está em adaptação.

Você pode encontrar mais informações no site da Prefeitura de Curitiba.