Por Teka Garcia

Além da companhia, eles colaboravam para o melhor viver do homem. Cães vigiavam aldeias, gatos eram bem-vindos por exterminar ratos e outras pragas.

A convivência diária, com os benefícios que eles traziam, fora a beleza e graciosidade que possuem, logo estavam dentro da casa do homem, estreitando uma relação de amizade e confiança entre ambos.

Várias histórias entre o homem e seu animal de estimação foram retratadas no cinema, nas artes e fotos antigas. Vários são os registros na história que não deparamos com um animal na cena, os mais comuns entre as famílias são os cachorros e gatos.

Sem dúvida a afeição que os bichos de estimação têm e demonstram por seus donos são inquestionáveis. A fidelidade deles é exemplo do melhor amor de um ser pelo outro. Histórias de animais que morreram juntos com seus donos em tragédias foram sucessos no cinema. Muitas delas comprovadas que o cão poderia ter se salvado mas escolheu ficar junto a seu dono e morrer com ele.

O homem moderno tem a conexão com a natureza através do seu bicho, muitas vezes o cão. Sua simplicidade, a pureza dos seus sentimentos e demonstrá-los sem restrições faz o homem se voltar para o amor em um relacionamento fortificado pelo tempo. Quem nunca viu o cão pular de alegria, abanar freneticamente o rabo para seu dono, porque ele chegou em casa? A afeição é o papel fundamental na relação homem x bicho.

Nos tempos atuais é comum vermos que o bicho de estimação tomou lugar na vida do homem, com importância mais do que amigos, eles agora são como filhos. Mimados e muitas vezes sem limites, tornam-se como adolescentes rebeldes e cheios de vontade. Com isso o comércio encontrou neles uma nova fatia de mercado com lucro certo. É possível achar de tudo para os animais de estimação, como se fossem filhos de humanos. Roupas e acessórios seguindo a tendência da moda, bem como sapatos e até mesmo novos profissionais surgiram no mercado voltados exclusivamente para eles: psicólogos, adestradores, esteticistas caninos e muitos outros.

Não é só o homem que sofre de estresse da vida moderna e corrida. Geralmente é o cachorro que está no convívio diário, então, como consequência desta relação é comprovado que o animal absorve os problemas psicológicos apresentados pelo dono. O estresse é um deles, hoje já existe no mercado, tratamento específico para cães a fim de ajuda-los a retomar o equilíbrio emocional necessário para uma vida feliz, saudável e equilibrada como a natureza fez para eles.

O homem precisa ter a consciência que ter um animal de estimação é assumir a responsabilidade pela vida de um ser vivo sensível e que necessita de cuidados diários. Como nós, eles também têm sede, fome e cansaço. Precisam ser alimentados de forma correta todos os dias. Receber cuidados especiais quando a saúde se compromete. É o mínimo que o homem deve fazer para retribuir o amor e lealdade que encontra nesta relação com o bicho.

Se você tem um animal de estimação, aprenda com ele o verdadeiro amor, sua alegria quando você chega, sua lealdade ao te seguir e ficar junto de você desde o momento que te encontra. Curta cada momento desta relação de carinho e amizade, receba esse amor e principalmente, retribua com gestos de carinho e cuidados. No animal o homem tem a verdadeira amizade.