Categoria: Saúde e Beleza

A Importância de dormir bem

por Paulo Dorta – terapeuta

Quando você dorme, você descansa?

Ter uma boa noite de sono é fundamental para manter o organismo em ordem, os pensamentos fluídos e a vitalidade perto de 100%, junto é claro com uma boa alimentação.

O descanso diário contribui na regularização de várias funções do corpo humano, ajuda nas atividades cotidianas e no trabalho. Quem dorme pouco ou com má qualidade é mais propenso a apresentar graves problemas de saúde, como hipertensão e diabetes, quem dorme pouco e se alimenta mal está pior ainda.

Leia mais

Projeto verão: academias contabilizam aumento de mais de 10% no número de alunos nos últimos quatro meses

Por: Amanda Kasecker – No Ar

A busca pelo corpo ideal atrai mais alunos nesta época do ano. Levantamento foi da startup Tecnofit.

O final do ano já está muito próximo e para quem ainda não está com o corpo que gostaria, cada dia é uma nova chance. Nessa batalha quem vê o movimento subir consideravelmente são as academias. Segundo levantamento da Tecnofit, empresa que faz o sistema de gestão de espaços fitness, de julho a novembro cresceu em 11% o número de alunos matriculados. Nos boxes de crossfit, modalidade que está muito procurada, a alta foi um pouco maior no mesmo período, de 13%.

Leia mais

Consumo vs Saúde

Por: Dra. Giovanna Miquelissa – Nutricionista (CRN 8 2873)

É crescente o número de pessoas que procuram por uma alimentação saldável e balanceada. E esse maior interesse da população propiciou novas técnicas na agricultura, surgindo então a produção de alimentos orgânicos, os quais reúnem uma série de benefícios e agem no organismo promovendo a saúde e prevenindo doenças.

Mas o que são alimentos orgânicos afinal? São alimentos produzidos de forma natural, sem a utilização de agrotóxicos, adubos e/ou fertilizantes químicos; sem uso de sementes transgênicas (manipuladas geneticamente), antibióticos, hormônios ou pesticidas. Alimentos produzidos como antigamente – in natura.

Orgânicos: devido à isenção de produtos químicos, os alimentos orgânicos evitam problemas de saúde causados pela ingestão de substâncias tóxicas, como os resíduos de agrotóxicos e metais pesados presentes nos produtos usados na agricultura convencional. Esses resíduos podem ocasionar reações alérgicas, problemas respiratórios e neurológicos, distúrbios hormonais e várias outras disfunções – até mesmo promover o câncer.

Solos ricos e balanceados com adubos naturais produzem alimentos com maior concentração de nutrientes – chegando a 20 vezes maior do que em alimentos convencionais. Alimentos produzidos de forma orgânica não utilizam qualquer química que altere seu tempo de colheita e também seu sabor e aroma; portanto, são muito mais saborosos e saudáveis. Eliminam também a exposição a aproximadamente 180 pesticidas conhecidos por prejudicar o funcionamento do sistema endócrino, com isso, reduzindo a incidência de sobrepeso, obesidade e diabetes.

Certificação: a idoneidade dos produtos orgânicos é assegurada por Selo de Certificação, o qual é fornecido pelas associações de agricultura orgânica ou por órgãos certificadores independentes, que verificam e fiscalizam a produção destes alimentos desde a sua produção até a comercialização. Além disso, os produtores devem estar vinculados a uma Organização de Controle Social (OCS) cadastrada nos órgãos do governo, e precisam cumprir o regulamento. 

Entendendo a depressão

O mal de todas as gerações

por Lucia Moyses – escritora, psicóloga e neuropsicóloga

Frescura, Fraqueza de caráter, falta de Deus?

Quem já não ouviu estas descrições a respeito de pessoas que sofrem de depressão? Provavelmente este transtorno é um dos mais incompreendidos e mal vistos em nossa sociedade. Depressão é para os fracos, despreocupados, ateus.

Leia mais

Hidrate-se! A água traz muitos benefícios para o corpo

Esqueça o mito que é preciso beber dois litros de água por dia. A quantidade varia de uma pessoa para outra. Pesquisas recentes apontam que um adulto saudável deve beber, em média, de 30ml a 35ml para cada kg. Ou seja, alguém com 50kg precisará beber perto de 1,5 litro e alguém que tenha 85kg precisará de aproximadamente 2,6 litros por dia. No caso de idosos pode variar de 20 a 30ml por quilo. A quantidade também depende de fatores como idade, atividade física, e composição corporal.

Leia mais
https://www.facebook.com/revistavivacwb/
https://twitter.com/viva_curitiba
https://www.linkedin.com/company/55058278
https://www.instagram.com/revistavivacuritiba/